LTIP é documento exigido pela Prefeitura

LTIP: analisa todos os sistemas da edificação, incluindo estruturas, revestimentos, coberturas, alvenarias, instalações e equipamentos. É regulamentado pelo Decreto n° 18.754 de 24/02/2015 e posteriormente pela Lei Complementar nº 806/2016 da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, exigido em condomínios residenciais, comerciais e de serviços. Deve ser apresentado a cada 5 anos, sob pena de multa pela não apresentação de R$ 8.029/m² da área total construída.
Laudo Estrutural de Marquise e Sacada e Fachada: obrigatório em edificações com marquises e sacadas e fachadas projetadas e voltadas para logradouros públicos. Exigido pela Lei 6.323/88 e Decreto 9.425/89 da Prefeitura Municipal de Porto Alegre. Deve ser apresentado a cada 3 anos, sob pena de multa pela não apresentação e responsabilização do sindico ou proprietário pelos sinistros que possam ocorrer pela não observância dessa lei.
Fachada é contemplada no item III do LTIP – sistemas de revestimentos, incluindo as fachadas, mas faz parte da lei

Estrutura Predial da Empresa

Antes de decidir pelo local onde será instalada a empresa é fundamental saber se o imóvel está adequado à atividade e cumprir com a legislação vigente.

Proprietários de imóveis e síndicos devem assegurar a manutenção e conservação do edifício, sabia?

Isso é importante para manter a segurança das pessoas e do edifício. A Prefeitura Municipal de Porto Alegre exige, legalmente, a emissão de laudos baseados na Inspeção Técnica Predial para fiscalizar os prédios com a finalidade de evitar acidentes e perda patrimonial.

Qual a função da Inspeção Predial?
É necessária para averiguar o estado de conservação e condição dos sistemas construtivos da edificação. Identifica, assim, patologias de uso, conservação e de projeto. Esse procedimento examina a construção em sua totalidade como estruturas, alvenarias, revestimentos, coberturas....

Fale Conosco